Quinta-feira, 12 de Maio de 2016

Meditando

 

 

 

 

 

 

 

 

diosa.jpg

 

 

 

fecho os olhos,embarcando

num espaço leve e cheio de cor

onde belas folhas de outono

silenciam meus passos

e quentes gotas de inverno

me refrescam a mente,

enquanto o azul primaveril

me acaricia o  olhar

e notas de verão,

me aconchegam a alma

encosto-me nas ondas de um mar infinito

que embala os meus sentidos

fazendo-me despertar suavemente

com a graça da vida

pulsando no meu peito!


publicado por Á flor da pele às 21:26
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 14 de Novembro de 2014

Estilhaços...

ataça.jpg

 

 

imersa nas sombras que a mágoa semeia

flutuo novamente à deriva 

rumo a um porto desconhecido 

fogem-me as rédeas do meu destino

ilusão minha julgar ser sua dona

deslizo por entre brisas de puro vermelho sangue

que escorre por entre nervuras da minha alma

quando reconheço que a felicidade é um mero acaso

qual raio bate na areia que se torna vidro bruto

mas de onde se cria a mais bela das peças

do mais refinado cristal

que se estremece e cai

se estilhaça em milhares de pontos de luz

que jazem na saudade do que foi

 lembrando que tudo recomeça

 

 


publicado por Á flor da pele às 22:08
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

O silêncio

silc3aancio-2.jpg

 

Pesa o silêncio no ruído que me atordoa

Nada dizem, nada fazem, nada querem

Aqueles que tudo dizem

Tudo fazem e tudo querem

Pobres são, pois nada sabem

E flutuam nas próprias vozes sem perceberem

Que se afogam em cada som

Se queimam em cada palavra

Se diminuem, atrofiam

Camuflam a própria ignorancia

Nas insanidades que proferem

E bradam convictos que sim

Que alguém os ouve

Uma vez costas voltadas

Caem no esquecimento

Mas o ruído pesado de silêncio continua

Sem fim, num ciclo vicioso

Atordoada continuo e procuro o meu silêncio


publicado por Á flor da pele às 21:48
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2014

Raio de sol

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foste como cacto no deserto

Que cresce e vinga em terreno inóspito

Nascente fresca

Que rompe por rochedos milenares

Foste tantas vezes onda forte

Que veio morrer na areia

Foste um forte sem alicerces

Foram batalhas travadas com a vida

Sentimentos perdidos, desperdiçados

Uma lutadora constante 

E se algumas vezes o cansaço venceu

A força da tua essência prevaleceu

Hoje, és como um raio de sol

Que rompeu a tempestade

Como abelhinha que fabrica o seu mel

Como borboleta que sossega

Na mais bela das flores 

Hoje és Mulher

Com todo o direito de o ser !

 

estou....:

publicado por Á flor da pele às 16:06
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Edição do meu segundo livro

O tempo passa, a vida corre e por vezes há coisas que ficam para trás, tal como aconteceu com este meu espaço que com tanto carinho foi feito...Parece-me estar na hora de voltar, porque apesar da edição dos livros, por aqui a magia mantém-se...

Fica no entanto a apresentação do meu "Palavras por dizer", editado pela Bubok

 

http://www.bubok.pt/

 

 

 

 PALAVRAS POR DIZER


publicado por Á flor da pele às 22:58
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 2 de Maio de 2013

Hoje... e depois amanhã

 

 

Hoje, a dor corrói o meu peito

As lágrimas lutam arduamente

Para saltarem dos meus olhos que ardem

Hoje

Deitada no chão frio encaro a Lua

Que me olha com desdém

Sentindo pena de mim

Hoje, vou deixá-la olhar-me assim

Amanhã...

Brilharei pela manhã

Com o Sol que me aquece a pele

Com a Luz que me alumia a alma

Ao anoitecer, então

Irei deitar-me no frio chão

Olhar a Lua com desdém

E ambas sorriremos

Pois saberemos

Que mais um dia passou

Uma batalha ganhei...

Mas hoje

Vou deixá-la olhar-me assim

Porque a dor me corrói o peito


publicado por Á flor da pele às 23:07
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (2) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

Fragmentos








Fragmentos de tempo

Pedaços de espaço
Pétalas de luz
Retalhos de céu
Fiapos de mar
Palavras ao vento
Que calam ou esquecem
Olhares que se cruzam
Ou nunca se encontram
Sonhos sem fim
Ilusões, desilusões
Esperanças e dores
Paixões e amores
Gritos contidos
Sussurros gemidos
Emoções espraiadas
Fragmentos, pedaços
Retalhos, fiapos
Unidos entre sim
Por traços de sentir
Criando um todo de ser
tags:

publicado por Á flor da pele às 20:51
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (1) | favorito (1)
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sábado, 29 de Dezembro de 2012

Eram gardénias, Senhor...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Avancei pela calada da noite gélida

Perdida no espaço, no tempo, na vida

A lua cheia brilhava em todo o seu esplendor

Lá em cima, onde as estrelas se limitavam a venerá-la

Caminhei devagar, de olhos quase fechados

Até o cansaço me vencer

A noção do tempo estava perdida e não me importei

Deitei-me na relva húmida e deixei-me embriagar

Pelo vazio pleno de noite

Foi então que me dei conta de que algo mais me envolvia

Algo doce, intenso e suave

Um aroma que me invadiu aos poucos

E me despertou os sentidos num ápice

Levantei-me e ainda esboroada no destino

Quis saber que aroma era aquele

Cada vez mais intenso, familiar...

E caminhei de volta, com os olhos quase fechados

Até que o aroma me envolveu fortemente e ergui o meu olhar

E ali estava, enorme, no apogeu da sua fragância

Emoldurando os seus troncos fortes

Destacando as triunfantes pétalas quase brancas

Do verde luxuriante das folhas curtas e densas

E eis ali algo, tão puro, tão simples

Mas que teve a força de fazer a minha alma sorrir

Afinal... eram gardènias, Senhor...

 

                                                                                                                


publicado por Á flor da pele às 01:41
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012

O meu primeiro livro

Editado pela Bubok
Para mais informação, ou eventual desejo de comprar, é só clicar em cima da imagem {#emotions_dlg.blink}
estou....:

publicado por Á flor da pele às 06:37
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (4) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Mariana

 

 

 

 

 

 

 

Ah,se eu pudesse

Perpetuar a candura dos teus olhos

Num perfeito vale de lírios

Se eu pudesse

Eternizar a tua sábia inocência

No florescer de cada Primavera

Se eu pudesse

Captar a pureza da tua alma

Para que a minha nunca escurecesse

Se eu pudesse mudar o mundo

Transformá-lo em cristais de sonho

Presentear-te

Com campos de esperança

Traçar o teu arco íris

Determinar o teu final feliz

Qual princesa de conto de fadas

Ah, se eu pudesse...

Mas posso amar-te

E esse poder ninguém me tira

Minha doce Mariana

estou....:
tags:

publicado por Á flor da pele às 05:40
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Meditando

Estilhaços...

O silêncio

Raio de sol

Edição do meu segundo liv...

Hoje... e depois amanhã

Fragmentos

Eram gardénias, Senhor...

O meu primeiro livro

Mariana

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds