Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Ludgero e Teca











Há quem tenha já
Perdido a esperança
Há quem ache
Que não existe
Há quem pense
Ser apenas sonho...
Mas não se perdeu!
Existe
Em todo o seu esplendor
É um sonho vivo
Onde se valoriza cada sorriso
Onde se encanta
Com cada olhar
Onde cada gesto
É um todo de sentir
É ele
Que desvanece qualquer forma
De rancor ou mágoa
É ele que põe mel
Em cada palavra
É ele
Que acalenta cada gesto
Que aquece cada olhar
...
O Amor...
Que transforma quase nada
Em tudo o que há  de bom
É ele que engrandece
A alma de quem o sente
De quem o vive
E até, de quem
O vê florescer...
Afinal
Será sempre ele
A mais forte razão
De existir...


Já assisti a tantos romances, amores e desamores, emoções ao rubro...! Eu própria vivi umas quantas, até encontrar o meu "Príncipe", que hoje é o meu "Rei" ,mas nunca tinha tido o prazer de "ver" e "sentir" o Amor de outros, com tal intensidade e esplendor! De tal forma iluminado, que me derreto a observar tal troca de olhares, doçura de gestos...
E ver então como a personalidade de quem ama, muda...para melhor!!!
De facto, podem chamar-me pirosa á vontade, mas eu adoro o Amor, amo amar quem amo, e derreto-me ver quem eu quero tanto bem, amar da mesma forma, sem reservas, pudor ou preconceito...
Estou feliz...e pronto!!!!


estou....: mesmo assim!!!!

publicado por Á flor da pele às 21:25
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
23 comentários:
De Daniel Aladiah a 28 de Setembro de 2007 às 00:00
Amar o amor... é isso, que gostamos... e dói, e mais...
Um beijo
Daniel


De bouquet a 28 de Setembro de 2007 às 01:45
Olá Rosa:-)
Mas que bem me soube ler estas palavras!
Viva o AMOR!
Leio alguém feliz!
Pois eu também sou muito pirosa então!
Acredito no Amor pois sinto-o e tenho-o comigo, o meu Rei também!
Olha já viste duas pirosas juntas?
Um beijo e sejamos pirosas para sempre!
E VIVA O AMOR!
Bouquet


De Marta Vinhais a 28 de Setembro de 2007 às 19:51
E eu sou outra "pirosa", porque também acho que o amor é importante, o melhor que temos para dar, viver, sentir...
Sem amor, não temos nada...
Texto feliz, cheio de amor, sinceridade...
Gostei muito....
Beijos e abraços
Marta


De Jorge a 28 de Setembro de 2007 às 23:24
Pirosa porquê! Estás feliz e muito bem!
Desejo-te que essa felicidade se prolongue por toda a vida!

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/


De Miriam a 29 de Setembro de 2007 às 02:40
Oi, Rosa.
Eu amo AMAR. Também...
E falo de amor em todos os sentidos... maternal, fraterno, e o amor paixão. Pois somos nascidos do AMOR. Por isto que amamos amar e amamos ser amados.
Deus te abençoe
Miriam


De Amaral a 29 de Setembro de 2007 às 21:46
Finalizas bem o teu poema!
E finalizas melhor ainda o teu post de hoje.
O amor é a mais forte razão de existir, porque Ele constitui a nossa própria essência.
E estás feliz, porque amas, és amada e vês o amor à tua volta!
Que mais se pode desejar, não é?...


De sendyourlove a 1 de Outubro de 2007 às 15:00
Não sei se já o vi/senti/vivi...se duvido não o conheço, mas tenho sempre esperança de um dia...sentir !!!viver!!!


De poca a 1 de Outubro de 2007 às 19:53
bom quando se pode dizer tudo isso!

é por momentos de pessoas como tu que outros ainda acreditam.. e esperam..

que continue! :)


De Fê_Notável a 2 de Outubro de 2007 às 15:26
nooooooooossa!!!
Acho que este foi o poema e o post mais lindo que eu já li aqui no teu blog!!!!! =)

Parabéns!
Se exitissem mais pessoas que amam, como você, o mundo seria muuuuuuuuuuito melhor!!!!

Beijos


De Brain a 2 de Outubro de 2007 às 17:03
E estar assim, TÃO feliz, não é TÃO bom?

Olha, eu por mim, fico também um pouco feliz, por te saber, a ti, nesse "estado de graça"!

Beijo.


Comentar post

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Meditando

Estilhaços...

O silêncio

Raio de sol

Edição do meu segundo liv...

Hoje... e depois amanhã

Fragmentos

Eram gardénias, Senhor...

O meu primeiro livro

Mariana

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds