Quarta-feira, 4 de Junho de 2008

Olhar de cristal

 

 

 

 

 

 

 

 

Lágrimas de prata brotam ternas

Do seu olhar de cristal

Olhar que há muito deixou de ver

A beleza

Do intenso verde da Primavera

Da imensidão do mar

Do brilho mágico das estrelas, da lua e do sol

Olhar que deixou de ver

Mas que mostra

Cristalinamente

Não obstante a dor infligida

Pelas agruras da vida

Toda uma força de viver

Um olhar que deixou de ver

Mas onde transparece

Tudo o que é sentimento

Na sua mais pura essência

 

 

 

 

 

Dedicado a Teresinha, com um abraço daqueles...

estou....: bem...

publicado por Á flor da pele às 20:09
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
10 comentários:
De juani lopes a 5 de Junho de 2008 às 21:17
me han encantado tus entradas
saluditos


De Marta Vinhais a 7 de Junho de 2008 às 16:26
Esse olhar reconforta-nos...
Porque é, sentimos que é puro e nos acarinha...
Linda homenagem...
Até já
Beijos e abraços
Marta


De efeneto a 8 de Junho de 2008 às 18:14
Já não venho a tempo de desejar bom fim-de-semana porque o tempo não deu.
Apenas tenho tempo de desejar uma óptima semana cheia de sonhos concretizados.
Porque o tempo agora me permite fica a promessa que voltar para “perder tempo” consigo.
Até lá perca tempos nestes;

Caminhos

É na busca ocasional da poesia
que fulgentes luas me habitam.

Como doem as portas cerradas!

São pedras floridas de musgo
caminhos que ninguém pisa.

Sobra o portal do templo
arcaria que o tempo emoldura.


De Ni a 8 de Junho de 2008 às 21:07
Lindo poema!

Por vezes, com o sofrimento deixamos de ver a beleza que nos rodeia, o Sol que todos os dias brilha e o verde das plantas que tentam contra ventos e chuvas não perder a cor!
É a nossa função como amigos, fazer ver através de momentos inesquecíveis que marcarão e se vão sobrepor a qualquer tipo de dor!

Um beijinho grande da Ni**


De Daniel Aladiah a 10 de Junho de 2008 às 21:05
Querida Rosa Maria
Andamos cada vez menos por aqui, mas não desistimos... :)
Um beijo
Daniel


De aquela_a_tal a 20 de Junho de 2008 às 13:29
Que poema lindo.
Adorei aqui o teu cantinho, e nem sei bem explicar como aqui cheguei.
Comento este poema porque me identifico com ele.
Crescemos e as desilusoes sao cada vez maiores, o olhar muda, ficamos marcadas pelo sofrimento...
Parabéns, não h+a muito a dizer. Gostei :)


De Ana Martins a 1 de Julho de 2008 às 01:32
Excelente! Um olhar sofrido mas com o brilho cintilante do cristal.
Gostei muito,
Ana Martins

www.avesemasas.blogspot.com


De brisa de palavras a 3 de Julho de 2008 às 14:56
Um poema cheio de sentido...às vezes a vida é cheia de agruras...mas mas tb nos cabe a nós limparmos as arestas.
Gostei muito.
um abraço
brisa de palavras


De Sandra Daniela a 23 de Julho de 2008 às 23:24
Bonita dedicatória!!!


um beijo





De jorge a 27 de Julho de 2008 às 01:16
Olá!
Como eu já tinha saudades disto tudo!...
Hoje vim cá dar um "Alô" e dizer que tens uma mensagem no Vagabundices!

Um beijo

Jorge



Comentar post

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Meditando

Estilhaços...

O silêncio

Raio de sol

Edição do meu segundo liv...

Hoje... e depois amanhã

Fragmentos

Eram gardénias, Senhor...

O meu primeiro livro

Mariana

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
SAPO Blogs

subscrever feeds