Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Remexo-me...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sem pensar navego à deriva

Num sentir negado que perece...

Remexo no fundo da alma

Gemendo um múrmurio esperançoso

De encontrar farrapos dos sonhos

Que outrora luziam...

Busca infértil esta

Pois sonhos não me foram permitidos

E tendo a esquecer

Esta sombra do meu princípio...

Sento-me então

No fundo de mim

Remexo-me inquieta

Porque me conheço e no entanto

Não me reconheço nesta derrota

Que me inflijo

Castigo-me talvez

Por erros que nem sei

Se ao certo cometi

E remexo-me

No fundo de mim

E sei, com todas as certezas

Que sou muito mais

Tenho muito mais

Sinto tudo o mais

E remexo-me inquieta

Lembro-me então de procurar

Novamente no fundo de mim

Réstias de força

Para emergir

E vou-me remexendo

 

Sempre inquieta

No fundo de mim

estou....: Inquieta
tags:

publicado por Á flor da pele às 22:57
link do post | deixa um reflexo de ti | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
4 comentários:
De Marta Vinhais a 16 de Abril de 2010 às 11:31
No fundo de nós, encontraremos essa força...
Para renovar, reencontrar e vencer essa inquieta incerteza.....
Lindo, sentido.....
Obrigada pela visita
Beijos e abraços
Marta


De A.S. a 28 de Abril de 2010 às 12:09
Na vida tudo renasce e se renova! Olha o Sol, sorri! É tempo de esperança, de novas emoções...

Um beijo...
AL


De Daniel Aladiah a 15 de Maio de 2010 às 16:09
Querida...
Não deixes de te remexer, porque parar é morrer. Rima, faz sentido e é popular :)
Um beijo
Daniel


De A.S. a 18 de Maio de 2010 às 18:44
Inquieta... tal como o vento que agita uma seara. Mas o vento vai cessar e a serenidade voltará à seara do teu peito!

Beijos
AL


Comentar post

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Meditando

Estilhaços...

O silêncio

Raio de sol

Edição do meu segundo liv...

Hoje... e depois amanhã

Fragmentos

Eram gardénias, Senhor...

O meu primeiro livro

Mariana

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds