Segunda-feira, 25 de Junho de 2007

Chamo por ti...





Chamo por ti
Com um grito do meu peito
Calado na voz
Choro por ti
Numa saudade dorida
Com uma lágrima contida
Perdi-te...
Vi-te afastar
Em voos rasteiros
Que te ferem as asas
Apelo ao âmago do teu sentir
Que afinal encontro
Vazio de ser
Busco nos teus pensamentos
Algo que me ajude a entender
O teu pensar...
O teu viver...
Procuro ressuscitar o sentimento
Que um dia, em ti semeei
Pergunto-nos onde falhei
Tu, não respondes
E eu...não sei...


Num sonho
Pergunto a um anjo
Como te ajudar a crescer...
Mas ele sorri, condescendente
Eu, continuo sem saber...
estou....: com saudades de ti...
tags:

publicado por Á flor da pele às 19:57
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (18) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Terça-feira, 19 de Junho de 2007

Nomeada ...outra vez!!

Fui nomeada pelo blogue da "Cacharel"...mais uma vez!










Nomear mais dez...?
É muito difícil .... por isso, nomeio aqueles que quiserem aceitar o desafio...











O Amor
Fonte de dor
Talvez
Mas quem não ousa sentir este ardor
Quem, não anseia por este esplendor
De luz
De cor
De sentir
De enlouquecer, tanta vez
O Amor
Aquele que nos faz acreditar
Que não nos deixa desistir
Que nos incentiva a viver
Mais e mais!
E se a mágoa surge
Se a dor corrói
Se a desilusão oprime
Vêm as lágrimas
Que lavam a alma
E libertam assim
O coração sofredor
Para mais uma vez
Experimentar o Amor
...Porque um dia
Nem é preciso sonhar
Porque
Ele, O Amor
Vem para ficar...


Dedicado a "Cacharel", Patrícia," Raio de sol", Ana, "Impulsos", "Bambino"... e a todos aqueles que se atrevem a amar...
estou....: Amada
tags:

publicado por Á flor da pele às 22:11
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (15) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sábado, 16 de Junho de 2007

Cerrado nevoeiro






No cerrado nevoeiro que me envolve

Estendo o meu ser à procura do teu
Perdi-te, numa troca de palavras fúteis
Violentas e sem perdão
Mas sem razão, porém...
Cultivo a mágoa agora dentro de mim
Esperando que o nevoeiro se esbata
Se dilua em suave neblina
Para que me deixe encontrar-te novamente
E segurar a tua mão
mas sei
Que vou ficar à espera
Do teu olhar arrependido...
Sei que o vou encontrar
Embora por vezes não baste...
Preciso de ouvir a tua voz...
De me envolver nos teus braços
Sentir-te amar-me novamente
Como sempre...
Como sempre...




Mais um post, recuperado de blogue perdido...Talvez...porque está nevoeiro...
estou....: nada enevoada...

publicado por Á flor da pele às 12:46
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (18) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Esta noite






Esta noite
Vou sair de mim
Deixar a água correr quente
Pelo meu corpo cansado
Deixar a espuma perfumada
Imiscuir-se onde bem entender
Deixar os meus logos cabelos
Soltos e sedosos
Vou vestir-me de estrelas
E calçar-me de luar
E então chamar num suspiro
O meu cavalo alado
E partir à descoberta
Do quê...?Pouco importa...!!
O que importa
É sair de mim..
P'ra me encontrar.
Nem que seja por um momento
Que se torne eterno
Apenas, um breve momento...
estou....: a delirar...
tags:

publicado por Á flor da pele às 14:07
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (16) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Respondendo ao desafio

Finalmente respondendo ao desafio, deixado pelos blogues "A Vida" E "Cacharel", aqui vai:




Eu quero continuar a crescer

Eu tenho medo de não ter tempo

Eu acho que não se deve achar nada

Eu odeio que me mintam

Eu sinto falta de mim, muitas vezes

Eu escuto o que me dizem

Eu cheiro a banho (banhinho é muito bom!)

Eu imploro aos meus filhos que não se percam na vida

Eu pergunto-me muitas vezes  porquê...?

Eu não me arrependo de nada, pois qualquer erro me levou a nova aprendizagem

Eu amo quem me ama, e alguns que me ignoram também

Eu preocupo-me com o futuro
Eu sempre estou perto, quando precisam de mim
Eu acredito sempre no amanhã
Eu danço...
Eu canto, mesmo quando estou triste
Eu choro mesmo quando canto
Eu falho muitas vezes(eu nunca disse que era perfeita!)

Eu escrevo o que me vai na alma, no coração e na loucura
Eu ganho o mundo quando posso abraçar quem amo
Eu perco as estribeiras facilmente
Eu nunca digo que "desta água não beberei"
Eu confundo muitas vezes, hipocrisia com carinho e amizade
Eu sou muito susceptível e exigente

Eu fico feliz com a felicidade de quem me rodeia
Eu tenho esperança de tudo
Eu preciso muito do meu espaço

Eu deveria fazer muita coisa... mas não faço

Eu não gosto de açorda
Eu sou, de facto, muito complexa...


( E também não percebo pq é que o texto não ficou todo da mesma côr...mas se é para me chatear, nada feito!)


Agora, não vou passar o desafio a ninguém  em especial, mas sim,  a quem quiser...

estou....: com a missão cumprida

publicado por Á flor da pele às 14:07
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (2) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

A vida é...










A vida é
Sentir o tempo
A passar
Sentir o vento a soprar
É ouvir respirar o mar
....
Sei lá...!
...
É viver o amor
Com ardor...
Ser pai, ser mãe
Ser filho
Acreditar no destino
Colher uma flor
Adorar uma borboleta em seu voo
Sentir na pele o calor
Abrir os braços
E mergulhar em pleno
No seio de uma nova Primavera


Palavras lançadas ao acaso, de mãe e filho(mais novo), enquanto partilhavam umas horinhas de tédio, no centro de saúde
Um beijo doce para quem passa, e me deixa sempre palavras de alento e carinho, nas minhas horas menos boas...
estou....: arrebitada
tags:

publicado por Á flor da pele às 19:00
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (14) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Meditando

Estilhaços...

O silêncio

Raio de sol

Edição do meu segundo liv...

Hoje... e depois amanhã

Fragmentos

Eram gardénias, Senhor...

O meu primeiro livro

Mariana

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds