Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

Batalha perdida

 

 

 

gastei letras que me encantam em palavras feias

algures num devaneio de desalento

tenho não tendo sempre que encontro o que perco

perdendo sempre o que encontro

busco e rebusco

remexo em tempos idos na esperança de nada

porque sei que nada mais há a fazer

quando nada se pretende ou deseja

egoísmo,ignorância ou ganância

pouco importa

pois cada um deles transforma tudo o que podia ser belo

em negrume vasto e intenso

Tristes almas as vossas, tão negras

que cegam os vossos destinos

 

 

afasto-me então

pois sei não ter forças em mim

que diluam esse vasto e intenso negrume...

afasto-me

pois não quero deixar de ter minha alma iluminada

e amar com toda a minha essência

afasto-me com pena

reconhecendo ter perdido a batalha

mas assim sei que não me perco a mim

afasto-me...

...

...

(mas duvido que não volte...)

estou....: cansada....
tags:

publicado por Á flor da pele às 17:35
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (4) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

A côr de um sonho

Hoje, é um dia especial, em que mais uma vez o sonho ganha força e a esperança me alimenta a alma.

Hoje, faz 23 anos que fui Mãe pela primeira vez, e não obstante desavenças, mágoas e desilusões, o Amor

permanece e prevalece, assim como o sonho de o ver feliz e realizado na vida.

Para o André Alexandre, um feliz aniversário e o desejo de que encontre a côr do seu sonho...que será a

a minha, desde que ele esteja bem e feliz

 

 

 

 

 

 

 

Qual é a côr de um sonho?

Vibrante intenso...

Emoção escarlate!

Suave, fresca,

Qual céu ao amanhecer...

Laranja flamejante,

Quase fogo!

Qual magnífico pôr-do-sol...

Será breu estrelado,

Qual noite de Verão...

Cinzento lacrimejante...

Qual fria madrugada...!

Será côr volátil de vento...?

Ou será afinal

Um sonho, apenas vento!

Que varre uma existência

Não...

Vento apenas traz

E leva diferentes sonhos

De tantas cores, e afinal

De que côr é mesmo um sonho...?

estou....: contentita!
tags:

publicado por Á flor da pele às 20:15
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (3) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Remexo-me...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sem pensar navego à deriva

Num sentir negado que perece...

Remexo no fundo da alma

Gemendo um múrmurio esperançoso

De encontrar farrapos dos sonhos

Que outrora luziam...

Busca infértil esta

Pois sonhos não me foram permitidos

E tendo a esquecer

Esta sombra do meu princípio...

Sento-me então

No fundo de mim

Remexo-me inquieta

Porque me conheço e no entanto

Não me reconheço nesta derrota

Que me inflijo

Castigo-me talvez

Por erros que nem sei

Se ao certo cometi

E remexo-me

No fundo de mim

E sei, com todas as certezas

Que sou muito mais

Tenho muito mais

Sinto tudo o mais

E remexo-me inquieta

Lembro-me então de procurar

Novamente no fundo de mim

Réstias de força

Para emergir

E vou-me remexendo

 

Sempre inquieta

No fundo de mim

estou....: Inquieta
tags:

publicado por Á flor da pele às 22:57
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (4) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

perdi-me

 

 

Perdi a chama das palavras

Algures no tempo que me perdeu

Sem querer ser encontrada

Anseio para ser descoberta

Voltar a ser

Tudo aquilo que nunca fui

Ou sequer tentei

Fugi aos poucos

Agora quase não me encontro

Ou reconheço 

Deixei-me anular pela dor

Fraquejei no meu auge

Socumbi ás emoções

Tantas vezes traiçoeiras

Esqueci-me de ser eu...

 

Vou procurar-me...

Quem sabe me encontro...

 

 

tags:

publicado por Á flor da pele às 17:44
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (2) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009

...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma gota de orvalho permanece

Pendente como lágrima sentida

Do dia que já desvanece...

Folgo pois da luz intensa

Que me desnuda

Que me expõe

Perante o vasto nada que me entontece

Embrenho-me em teias densas

...

Inspiro

Busco tréguas em mim

...

Permaneço ainda assim incólume ?

Pois não

Tenho a alma fragmentada

Os pensamentos disformam-se

Perco-me na incoerencia de ser...ou não...

Expiro lentamente...

Se me resigno?

Nunca!!

Mas as forças escasseiam

A noite sempre terna envolve-me

Permitir-me-á quiçá

Lacrimejar um pouco

Como o orvalho fresco

Que me receberá pela manhã

De luz intensa

Que me expõe e desnuda

Perante, quem sabe

O vasto tudo que me engrandece

tags:

publicado por Á flor da pele às 15:08
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (11) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sábado, 29 de Março de 2008

o limite do inexistente...



















Procuro o limite do inexistente
Num abraço de estrelas quentes
Sopro brisas de cores suaves
Agarro esperanças de sorrisos
Orvalhados com lágrimas de saudade
Toco em pétalas de vida
Difundidas no tempo que flui
Sem piedade da vida que se perdeu...
Não...
A mesma renasce
Qual fonte mágica exuberante
Sem descanso!
Apenas o limite do inexistente
Poderá secá-la...
Por isso prosseguirei a minha busca
Levo comigo um raio de sol
Uma lágrima de prata
Um beijo de ouro
Envolta no abraço de estrelas
Até ao dia em que encontre o inexistente
Que afinal... nem tenho pressa de encontrar..
estou....:
tags:

publicado por Á flor da pele às 00:25
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (28) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 8 de Junho de 2007

Esta noite






Esta noite
Vou sair de mim
Deixar a água correr quente
Pelo meu corpo cansado
Deixar a espuma perfumada
Imiscuir-se onde bem entender
Deixar os meus logos cabelos
Soltos e sedosos
Vou vestir-me de estrelas
E calçar-me de luar
E então chamar num suspiro
O meu cavalo alado
E partir à descoberta
Do quê...?Pouco importa...!!
O que importa
É sair de mim..
P'ra me encontrar.
Nem que seja por um momento
Que se torne eterno
Apenas, um breve momento...
estou....: a delirar...
tags:

publicado por Á flor da pele às 14:07
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (16) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Terça-feira, 5 de Junho de 2007

A vida é...










A vida é
Sentir o tempo
A passar
Sentir o vento a soprar
É ouvir respirar o mar
....
Sei lá...!
...
É viver o amor
Com ardor...
Ser pai, ser mãe
Ser filho
Acreditar no destino
Colher uma flor
Adorar uma borboleta em seu voo
Sentir na pele o calor
Abrir os braços
E mergulhar em pleno
No seio de uma nova Primavera


Palavras lançadas ao acaso, de mãe e filho(mais novo), enquanto partilhavam umas horinhas de tédio, no centro de saúde
Um beijo doce para quem passa, e me deixa sempre palavras de alento e carinho, nas minhas horas menos boas...
estou....: arrebitada
tags:

publicado por Á flor da pele às 19:00
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (14) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Amanhã...












Amanhã
Não quero sair
Não quero ver a luz
Nem sentir o sol
Não quero ter que sorrir
Nem sei o que quero sentir
Apenas quero ficar aqui
na minha noite
Enrolada nas minha penas
Macerando a minha dor
Bebendo as minhas lágrimas
Mastigando o meu cansaço
Hoje quero parar o tempo
E ficar aqui...
...
Depois de amanhã...
Talvez...



estou....: patética...
tags:

publicado por Á flor da pele às 00:05
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (20) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

...











Cada momento que passa
Eu penso no que sinto
E o que sinto torna-se
Tumultuoso, confuso
Conflituoso, difuso
Chego um pouco mais além...
E descubro que me perdi
Algures
No caminho que tracei
Busco sinais
Da minha felicidade
Da minha alegria
Sei que estão por aí...
Caídas em um qualquer canto
Talvez à espera que as encontre
Mas hoje, só hoje
Vou deixar que o dia adormeça
Que a noite chegue e me embale
Quem sabe, num sonho
A minha alegria e felicidade
Cheguem até mim
De mãos dadas
Mais uma vez...
estou....: ..por aí...
tags:

publicado por Á flor da pele às 19:33
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (13) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Batalha perdida

A côr de um sonho

Remexo-me...

perdi-me

...

o limite do inexistente.....

Esta noite

A vida é...

Amanhã...

...

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds