Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

Fragmentos








Fragmentos de tempo

Pedaços de espaço
Pétalas de luz
Retalhos de céu
Fiapos de mar
Palavras ao vento
Que calam ou esquecem
Olhares que se cruzam
Ou nunca se encontram
Sonhos sem fim
Ilusões, desilusões
Esperanças e dores
Paixões e amores
Gritos contidos
Sussurros gemidos
Emoções espraiadas
Fragmentos, pedaços
Retalhos, fiapos
Unidos entre sim
Por traços de sentir
Criando um todo de ser
tags:

publicado por Á flor da pele às 20:51
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (1) | favorito (1)
 O que é? |  O que é? | partilhar
Domingo, 23 de Maio de 2010

Saudade de mim

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinto saudade de mim

Do que sinto, do que penso

Do que digo, do que escrevo

Do que sonho...

Porque me perco

De quando em vez

Nos meandros de vários sentires

Onde nuvens negras se confrontam

Com raios de sol persistentes

Numa luta que demora...

E tantas vezes

Quando tudo parece estar perdido

Unem-se as cores e odores

De uma Primavera que triunfa

Perante o gelo mais cortante

E eis que surjo eu novamente

Para meu gaúdio

E de quem me quer bem

Agora, partilho pétalas de sentir

Gotas de pensamento

Aromas de sonhos...

Sei que um dia

Me perderei novamente

Nos meandros de vários sentires

Mas hoje

Enlevo-me em mim

Embala-me na luz das estrelas

Deixo que a Lua me beije

Descanso...

Espero pelo Sol da manhã

 

 

 

estou....: Beeeemmmmm
tags:

publicado por Á flor da pele às 22:52
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (3) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

...

 

 

Envolta num nevoeiro denso

Onde emoções se dissolvem

Deito tudo a perder

Porque já nada  importa

Sei que estou ali

E não vou ao meu encontro

 Sei que devia lutar

Mas as forças desvaneceram-se

Cansada de remar

Deixo-me ir á deriva

Confesso

Que almejo um salvador

Que não suporte ver-me naufragada

No fundo de nada

 Será que tenho?

Pergunto eu

Com medo do que está para vir...

E o que está para vir pode ser o inicio

Do principio do meu fim...

 

 

tags:

publicado por Á flor da pele às 14:48
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (6) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

Sou eu...para quem quiser

 

 

Sou como um quebra-mar que se impõe

Perante as fúrias que o mar entende

Sou como uma rocha que se desgasta

Pela dor que o tempo inflige

Sou vento que varre a vida

Chuva que rega a Primavera

Sou gaivota que se espraia

Sob um sol de Verão

Sou fonte de calor intenso

Ou icebergue impiedoso

Sou raiva

Sou Amor

Sou aquilo que eu quiser

Sou noite

Sou dia

Sou terra e ar

Sou mar e quebra-mar...

 

 

 

 Este post é dedicado a mim...Ah pois é!!

Mas deixo uns quantos beijos doces doces a quem me quer bem....

 

estou....: satisfeita cmg

publicado por Á flor da pele às 21:13
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (10) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Porque a vida vale a pena

 

 

Algures no universo
Talvez perdida

Numa galáxia distante                                

                   Há uma estrela que brilha por mim
                                           Por ti
                                                  Por quem quiser
                                                           Enquanto acreditarmos

        E assim sendo

               Descobrimos maravilhas

                            Que nunca lembramos

                                             Que podem acontecer

  Segredos

         Do destino

             Surpresas ternas e doces

                       Plenas de sentido

                                       De vida e afecto

E num ápice

     O mundo transforma-se

              Transpirando promessas

                       De um nunca acabar de emoções

                                               De um contínuo viver

                                                      Sem sombras nem mágoas

Porque afinal

        É tão fácil amar

              E Amor, eu tenho tanto

                                A receber e a dar...

 

 

 

 

 

Dedicado a todos que amo...

estou....: resplandecente

publicado por Á flor da pele às 19:10
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (10) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Perguntaram-me...




Perguntaram-me um dia
Onde alimento a minha fé?
Pois não sei com certezas
Talvez na forma como o céu se embeleza,
Depois de uma tarde de tempestade
Talvez no cheiro que fica de terra molhada
Talvez no desespero de quem tudo perde,
Mas não desiste e segue em frente
Ou apenas, porque ainda
Há quem acredite que vale a pena
E se ainda há quem acredite,
Talvez alimente a minha fé
Quando tudo parece correr  mal,
E ainda assim, tudo se resolve
Alimento-a
Sempre que chego a casa,
Onde abunda calor humano, à minha espera
Alimento-a
Quando afago os meu gatos,
Reforço-a
Quando me envolvo
No abraço de quem me ama
Sustento-a, com cada sorriso que me dedicam
Com cada palavra amável que me dirigem
Com cada carinho que recebo e cultivo
Alimento a minha fé,
Quando vejo o arrependimento, de quem erra
Tento não alimentar a desilusão ou a dor,
Que sempre se tentam impôr
Busco em cada partícula de tempo
Um motivo para viver
...
É exaustiva, esta luta constante
E tantas e tantas vezes, penso simplesmente
Desistir!!
Mas  como sempre
Quando tudo parece desmoronar
Tudo se ilumina
Algo me faz lembrar tudo o que tenho de bom
Tudo o que conquistei...!
...
Neste preciso instante,
Acalento a minha fé na beleza fresca e rosada
Da tarde que termina lá fora....
Depois...se verá...!


Deixo-vos o beijo da gaivota...e outro meu....
estou....: Com fé
tags:

publicado por Á flor da pele às 18:10
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (18) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

...








Sopra o vento
devagar
Numa brisa de encantar
Em sonhos pejados de esperança
Na cor de sorrisos mil
Passa o tempo
Sem pensar
Sentindo apenas
Amar...
Sem limite de ser
Vem um beijo
Contando um conto de amor
Num abraço
Ardente
Despido
Por mim, sem pudor
Mais além
Colho uma flor de desejo
e desfloro-a sem qualquer pejo
Gozando então
Um sublime orgasmo de vida
Apenas e tão somente
Porque existo!...
estou....: viva...
tags:

publicado por Á flor da pele às 20:26
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (13) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

Apenas assim...
















O tempo corre devagar
E percorro trilhos perdidos no espaço
Que ficou entre o ir e ficar
Embrenho-me nas notas sonoras
De um Outono quente
Que cheira a mel e canela
Navego num sorriso perdido
Com destino certo
Reforço a esperança de futuro
Num choro de criança que nasce
E faz valer o seu direito de existir
Renovo, a cada raiar de madrugada
A minha fé no sentir
Que sente apenas e tão somente
Por ser...
Não sei porquê
Nem porque não
Apenas sim
Talvez porque neste labirinto
Em que vivemos
Tudo o que importa
É o pólen de Amor que se espraia
estou....: cansada... mas beeeemm!!
tags:

publicado por Á flor da pele às 22:16
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (18) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2007

Simplesmente porque...










E porque simplesmente gosto de ser
Arrecado toda a razão do sentir
Bom ou mau pouco importa
O que importa é não desistir
E singrar  no facto de simplesmente
Existir
Alcanço a plenitude  a vida
Apenas sabendo de mim
E só assim
Tenho a certeza de ir mais além
Pouco interessam as  mágoas
Que se arrastam
Tentando prender-me a um passado
Distante, recente
Enfim
Cresço
E luto por mim
estou....: Convicta de mim
tags:

publicado por Á flor da pele às 21:14
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (14) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Inveja










Ela chega de mansinho

Sem barulho ou alarde
Mascarada de sorrisos
Muito ingénua
Respirando fragilidade
Senta-se à nossa mesa
Partilha do nosso vinho
Desfruta do nosso lar
Aceita o nosso carinho
Mas, eis que de repente
Destila o seu veneno
Derrama o seu fel
Amarga o coração
Gelando a emoção
Fica a desilusão
A mágoa da traição...
Fecha-se a porta
Depois
Mas, já tarde porém
Pois se há rasto que não apago
É o da inveja de alguém
estou....: a abrir a pestana!!
tags:

publicado por Á flor da pele às 13:39
link do post | deixa um reflexo de ti | ver reflexos (12) | favorito
 O que é? |  O que é? | partilhar

Assim sou eu...

Aceitem-me como eu sou ... tentarei fazer todos felizes ... Exijam mais do que posso dar... e afastar-me-ei ...

Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Sentimentos recentes

Fragmentos

Saudade de mim

...

Sou eu...para quem quiser

Porque a vida vale a pena

Perguntaram-me...

...

Apenas assim...

Simplesmente porque...

Inveja

arquivos

Maio 2016

Novembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Agosto 2012

Março 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

tags

todas as tags

favoritos

Fragmentos

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds